Seminário de História da Cultura, Mentalidades e Ideologias VI – Guilherme Neves

Universidade Federal Fluminense
Instituto de Ciências Humanas e Filosofia
Área de História
Departamento de História
Curso de Graduação em História

Programação Inicial

Professor: Guilherme Pereira das Neves

Disciplina: Seminário de História da Cultura, Mentalidades e Ideologias VI

Período: 2/2008

Horário: 2ª, 18/20h / 4ª, 18/20h

Turma: N1

Tipo: Profissional

Código: GHT 04

Carga Horária: 60h / Semestre

Eixo Cronológico: BIM / M

Linha Temática: Cultura

Ementa: Livre

Título do Programa: Religião e História

Objetivos:

1. Discutir as mudanças nas relações dos homens com o mundo entre os séculos XVIII e XIX.
2. Caracterizar a oposição entre religião e história como o indício central de tais mudanças.
3. Ampliar a capacidade de análise e reflexão histórica dos discentes por meio do contato com fontes de época e com a bibliografia especializada.

Unidades:

1. O Antigo Regime e a Religião
2. A História e o Mundo Contemporâneo

Bibliografia Básica (máximo de 10 obras):
CHAHON, Sérgio. Os convidados para a ceia do senhor. São Paulo, EdUSP, 2008.
FERRI, Luc & GAUCHET, Marcel. Depois da religião: o que será do homem depois que a religião deixar de ditar a lei? Rio de Janeiro, Difel, 2008.
FURET, François. A oficina da história. Lisboa, Gradiva, 1989.
GADAMER, Hans-Georg. “Os limites da razão histórica (1949)”. In: Hermenêutica em Retrospectiva: a virada hermenêutica. Petrópolis, Vozes, 2007. p. 139-44.
GRAFTON, Anthony. As origens trágicas da erudição: pequeno tratado sobre a nota de rodapé. Campinas (SP), Papirus, 1998.
KOSELLECK, Reinhart. Futuro passado. Rio de Janeiro, Contraponto / Ed. PUC-Rio, 2006.
SEGUE
NEVES, Guilherme Pereira das. A religião do Império e a Igreja. Texto inédito.
OLMI, Ermanno. A árvore dos tamancos [L’Albero degli zoccoli]. Itália / França, Gruppo Produzione Cinema, 1978 (filme).
SILVA, Cândido da Costa e. Roteiro da Vida e da Morte. São Paulo, Ática, 1982.
VIDE, Sebastião Monteiro da (mons.). Noticias do Arcebispado da Bahya para se poder supplicar a S. Magestade em favor do Culto Divino, e da Salvação das Almas. In: Cândido da Costa e Silva (org.). Trezentos Anos da chegada de Dom Sebastião Monteiro da Vide à Bahia, 1702-2002. Salvador, Fundação Gregório de Mattos, 2001. p. 29-67.

Avaliação:

O resultado final será a média aritmética de três notas:

1.Aquela referente a trabalho escrito sobre fonte de época dos séculos XVIII ou XIX, tratando de religião ou de história;
2.Aquela referente à apresentação oral do trabalho escrito, ao final do curso;
3.Aquela decorrente de um conceito do docente estabelecido em função da participação em sala, da freqüência e da pontualidade.

Observações:

1.Os principais textos a serem utilizados estarão disponíveis para cópia e podem formar um caderno;
2.As aulas serão de três tipos: de exposição pelo docente, devendo ser complementadas, quando possível, com alguma das leituras recomendadas; de discussão, pressupondo a leitura prévia pelos discentes do texto indicado, para viabilizar o debate; e de leitura, exigindo apenas que o texto indicado seja trazido para a sala naquela ocasião.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: