Archive for the ‘Sem-categoria’ Category

Títulos dos cursos, ementas e atualização do horário. [Atualizado em 27/01]

janeiro 27, 2009

ATUALIZAÇÃO DO HORÁRIO

O seguinte curso não será mais oferecido:

GHT04189 – A1 – Hist. dos Movs. Polit. E Revol. Na América do Norte – Contemp – André

O horário corrigido pode ser acessado aqui: horario-2009-1-14jan

Títulos e Ementas

A disponibilização dos títulos dos cursos e/ou ementas depende do envio destes pelos professores à coordenação. Esse post fica como um índice do que já foi disponibilizado até o momento, e será atualizado conforme outras ementas sejam adicionadas.

——————————

1. [ GHT04229] História da Cultura, Mentalidade e Ideologia no Brasil Colonial – Fátima Gouvêa – Cultura e Mentalidades Políticas no Brasil Colonial. O Brasil e a monarquia pluricontinental portuguesa: formas de pertencimento cultural, social e político, sécs. XVI, XVII e XVIII.

2. [GHT04344] Seminário Poder e Idéias Políticas XIV – Daniel Aarão – As grandes revoluções do seculo XX: Rússia, China e Cuba.

3. [GHT04328] Sem. Hist. Econ. Social XI – Verónica Secreto – Escravidão nas Américas.

4. [GHT04278] História do Poder e das Idéias Políticas – Ronald Raminelli – Elites: conceitos e perspectivas no Antigo Regime Ibérico.

5. [GHT04200] História do Anarquismo –  Carlos Addor – Anarquismo no Brasil: história, memória e cultura.

6. [GHT04214] Seminário Poder e Id. Pol. V – Rodrigo Bentes – Maquiavelismos e razões de Estado na Época Moderna.

7. [GHT04156] História das Relações Econ. Internacionais – Bernardo Kocher – Introdução a Economia Política Internacional.

8. [GHT04173] Seminário em Hist. Econ. Social X – Cezar Honorato – O Rio de Janeiro Urbano.

9. [GHT04193] Hist. Poder e Id. Polit. Brasil Rep. – Laura Maciel – Memória, História e Poder

10. [GHT04183] Historia do Poder e Id. Pol. Na Europa Contemporânea – Denise Rollemberg

11. [SEN00086] Economia Politica – Marcelo Dias Carcanholo – Leitura dos Livros II  e III de “O Capital”

12. Disciplinas do NIEP em 2009/1.

13. [GHT04252] Sem. Hist. C. M. I. Alta Id. Méd. III – Edmar Checon de Freitas – História da Cultura Mentalidades e Ideologias na Alta Idade Média: Cristianismo e paganismo – séc. IV-VIII.

14. [GSO04019] Sociologia de Karl Marx – Maurício Vieira Martins – Sociologia de Karl Marx.

15. [GHT04246] História Social da Família – Gizlene Neder – História Social da Família

Anúncios

[SEN00086] Economia Politica – Marcelo Dias Carcanholo

janeiro 21, 2009

[SEN00086] Economia Politica

Professor: Marcelo Dias Carcanholo

Título do curso: Leitura dos Livros II  e III de “O Capital”

Ementa: econpolit

OBSERVAÇÃO: A despeito da inexistência de pré-requisito formal, o curso pressupõe um contato prévio com o Livro I de O Capital (K. Marx).

Disciplinas do NIEP em 2009/1

janeiro 21, 2009

Segue um arquivo com as disciplinas oferecidas em 2009/1 pelos professores vinculados ao NIEP: niep-2009-1

Mesmo as optativas que não aparecem na pré-inscrição podem ser cursadas mediante o pedido de abertura de vaga nos departamentos.

Hist. Poder e Id. Polit. Brasil Rep. – Laura Maciel

janeiro 19, 2009

Hist. Poder e Id. Polit. Brasil Rep.

Professor: Laura Maciel

Título do curso: Memória, História e Poder

Ementa:

Esta disciplina visa refletir sobre processos de produção de memória, em diferentes conjunturas da história brasileira mas com ênfase na primeira República, discutindo a constituição de marcos cronológicos, periodizações, explicações e versões hegemônicas sobre o passado. Pretende, também, realizar exercícios de análise crítica – de testemunhos históricos e textos historiográficos diversos – , que permitam aos alunos refletir sobre dimensões do trabalho do profissional de História e de como eles incidem nesses processos de produção social de memória.

Seminário em Hist. Econ. Social X – Cezar Honorato

janeiro 14, 2009

Seminário em Hist. Econ. Social X

Professor: Cezar Honorato

Título do curso: O Rio de Janeiro Urbano

Ementa:

Objetivo: O processo de urbanização do Rio de Janeiro Cidade e Metrópole séculos XIX e XX, ocorreu gerando um conjunto de contradições sociais (transporte, habitação. saúde, segurança, etc). Logo, é nossa proposta refletir sobre tais questões utilizando o arcabouço científico oriundo da História, da Geografia, da Sociologia e etc,

Conteúdo: Análise do processo de constituição do território urbano do Rio de Janeiro ao longo dos últimos cem anos, a montagem da infra-estrutura urbana e as contradições sociais oriundas deste processo. Os principais desafios sociais vivenciados na atualidade, com ênfase nas questões de favelização, violência, transporte e saúde.

Conteúdo Programático:

Unidade I: Espaço, territorial e sociedade: um diálogo multidisciplinar

Unidade II:. A Montagem do Rio de Janeiro cidade e região e as intervenções urbanas;

Unidade III: Os transportes, a habitação popular, a violência e as doenças, numa perspectiva histórica

Unidade IV: Os temas sociais da atualidade

Bibliografia Básica

  • ABREU, Maurício de Almeida. Evolução Urbana do Rio de Janeiro – 4° edição. Rio de Janeiro, 2000.
  • CARLOS, Ana Fani – Espaço-Tempo na Metrópole: A  Fragmentação da Vida Cotidiana. São Paulo, Contexto, 2001.
  • ________________O Espaço Urbano: Novos Escritos sobre a Cidade. São Paulo, Contexto,2004.
  • CHALHOUB, Sidney. Trabalho, Lar e Botequim: O cotidiano dos Trabalhadores no Rio de Janeiro da Belle Époque São Paulo. Brasiliense, 1986.
  • COSTA, Eliane (coord.) Circuito Mauá: Saúde, Gamboa e Santo Cristo. 1998.CCJE (biblioteca). Descrição: CD – Rom. Coleção: Arquivo Computador
  • HONORATO, Cezar – O Porto e o Polvo. SP, Hucitec, 1996
  • _______________(Coord) – O Clube de Engenharia nos Momentos Decisivos da Vida do Brasil. Rio de Janeiro, Clube de Engenharia, 1996.
  • _______________Urbanização, o Sujeito Simples e a Violência Cotidiana. Belém, PPGDU/UFAM,2008, mimeo
  • MARTINS, José de Souza – A Sociabilidade do Homem Simples. São Paulo, Contexto, 2008, 2ª edição
  • MENEZES, Maria Thereza C. G. – Em Busca da Teoria: Políticas de Assistência Pública. SP, Cortez/UERJ, 1993.
  • SANTOS, Milton – O Espaço do Cidadão. São Paulo, Nobel, 1991
  • VALLADARES, Lícia do Prado – A Invenção da Favela: do mito de origem a favela. Com. Rio de janeiro, FGV, 2005

História do Poder e das Idéias Políticas – Ronald Raminelli

janeiro 14, 2009

História do Poder e das Idéias Políticas

Professor: Ronald Raminelli

Título do curso: Elites: conceitos e perspectivas no Antigo Regime Ibérico

Ementa:

Resumo: Análise dos principais conceitos e abordagens da historiografia dedicada às monarquias ibéricas e suas colônias. O interesse principal do curso é investigar as especificidades do mundo lusitano e hispânico.

Conteúdos:

1 – Estado Moderno e Império colonial;
2 – Antigo Regime e hierarquia Social;
3 – Fidalguia e Nobreza;
4 – Honra e Limpeza de sangue.

Bibliografia:
ELLIOTT, John H. Una Europa de Monarquias Compuestas In: España en Europa. Estúdios de História Comparada. València: Universitat de València, 2002.

FRAGOSO, João. A nobreza da República. Topoi. Rio de Janeiro, v.1: 45-123, 2000.

MARAVALL, J. A. Poder, honor y élites en el siglo XVII. Madrid: Siglo XXI, 1989.

MELLO, E. C. Rubro Veio. São Paulo: Alameda Editorial, 2008.

MONTEIRO, Nuno. O “Ethos” nobiliárquico no final do Antigo Regime. Almanack Braziliense, 2, 2005.

OLIVAL, F. “Juristas e mercadores à conquista das honras: quatro processos de nobilitação quinhentistas”, Revista de História Económica e Social, nº 4, 2002.

RAMINELLI, R. Viagens ultramarinas. São Paulo: Alameda, 2008.

____. Da controversa nobilitação de índios e pretos; 1630-1730 (capítulo no prelo).

SCHWARTZ, Stuart B. Segredos internos. (trad.) São Paulo: Companhia das Letras, 1988

SICROFF, Albert. Los estatutos de limpieza de sangre. (trad.) Madrid: Taurus, 1979.

SORIA MESA, E. La nobleza en la España. Madrid: Marcial Pons, 2007.

Horário 2009/1

janeiro 13, 2009

Caros: segue o link para o horário de 2009/1.

Caso algum erro seja encontrado, por favor, avisem. Reclamações usuais como “esse horário está uma merda”, “nunca vi um horário tão ruim” e congêneres são úteis apenas se acompanhadas de considerações objetivas. É evidente que nem todas as solicitações podem ser atendidas e que efetuar alterações no horário é um trabalho penoso, contudo, se o problema for demasiado absurdo, podemos tentar alguns ajustes.

Alguns lembretes:

O processo de inscrição em disciplinas manterá, em nosso curso, os mesmos procedimentos adotados nos últimos anos, o que significa destacar, antes do mais, que não haverá inscrição on-line no nosso departamento. Isto posto, ficam mantidas a pré-inscrição, realizada no sistema, como de praxe, e a inscrição presencial, de acordo com o calendário abaixo. Aproveito o ensejo para relembrar aos(às) alunas(os) a importância de realizarem a pré-inscrição, sem a qual não há garantia de vagas nas disciplinas do curso.”

* Pré-Inscrição: de 17 de janeiro a 15 de fevereiro de 2009;
* Inscrição Presencial: de 2 de março a 6 de março;
* Inscrição Presencial de Vestibulandos: dia 2 de março;
* Início das Aulas: dia 9 de março.

Abraços,
Paulo


Seminário em Hist. da Cult., das Ment. e das Ideologias XI – Alexandre Lazzari

julho 15, 2008

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
Centro de Estudos Gerais
Instituto de Ciências Humanas e Filosofia
Área de História
Departamento de História
Curso de Graduação em História

Professor: Alexandre Lazzari (Doutorando – Estágio Docente)

Disciplina: Seminário em Hist. da Cult., das Ment. e das Ideologias XI (GHT 04353)

Tipo: Ciclo Profissional

Eixo Cronológico: Contemporânea

Linha Temática: Hist. da Cult., das Ment. e das Ideologias

Período:

Turno: Tarde

Horário: Terça-feira (14/17)

_______________________Programa de Disciplina_____________________

Título: Identidade nacional e cultura popular no Brasil

Objetivos: Estudo preliminar da historiografia e dos principais conceitos, temas e problemas de pesquisa sobre a questão da identidade nacional vinculada às noções de “povo” e “cultura popular”, com ênfase no caso da identidade nacional brasileira na história.

Unidades:
• Nação e nacionalidade na historiografia
• Cultura popular na historiografia brasileira
• Os nacionalismos: contextos e tipologias
• A identidade nacional e a “descoberta do povo” na Europa
• A questão da identidade nacional brasileira no século XIX
• Nacionalismo e folclorismo no Brasil
• Identidade nacional e regionalismo no Brasil do século XX
• Histórias de carnavais, futebol e outras festas da brasilidade

Bibliografia Básica (máximo de 10 obras):
ANDERSON, Benedict. Comunidades imaginadas. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

BALAKRISHNAN, Gopal (org.). Um mapa da questão nacional. Rio de Janeiro: Contraponto, 2000.

BURKE, Peter. Cultura popular na Idade Moderna. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

CHALHOUB, Sidney e PEREIRA, Leonardo Affonso de Miranda (orgs.). A história contada: capítulos de história social da literatura no Brasil. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1998.

CUNHA, Maria Clementina Pereira (org.). Carnavais e outras f(r)estas: ensaios de história social da cultura. Campinas: Ed. da Unicamp, 2002.

GUIMARÃES, Manoel Luis Salgado. “Nação e civilização nos trópicos: O IHGB e o projeto de uma história nacional”. Estudos Históricos, n. 1, 1988, p. 05-27.

HOBSBAWM, Eric e RANGER, Terence (orgs.). A invenção das tradições. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 3a ed., 2002.

HOBSBAWM, Eric. Nações e nacionalismo desde 1780. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991.

OLIVEN, Ruben George. A parte e o todo: a diversidade cultural no Brasil-nação. Petrópolis: Vozes, 1992.

VENTURA, Roberto. Estilo tropical: história cultural e polêmicas literárias no Brasil, 1870-1914. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.

Avaliação: Trabalho final da disciplina
Participação em aula
Observações:

AVISO

julho 14, 2008

Os programas continuam na segunda página.

Seminário em História Econômico-Social V – Mário Jorge

julho 13, 2008

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
Centro de Estudos Gerais
Instituto de Ciências Humanas e Filosofia
Área de História
Departamento de História
Curso de Graduação em História

Professor: Mário Jorge

Disciplina: Seminário em História Econômico-Social V (GHT 04168 )

Tipo: Ciclo profissional

Eixo Cronológico: Baixa Idade Média/Modernidade

Linha Temática: Hist. Econômico-Social

Período:

Turno: Manhã

Horário: 4ª e 6ª – 08/10

____________Programa de Disciplina________

Título: A Transição do Feudalismo ao Capitalismo

Objetivos:

Abordar a natureza histórica do capitalismo e as condições do seu surgimento com base na consideração das principais vertentes analíticas dedicadas ao tema da sua constituição. Visando alcançar esse objetivo, enfatizar-se-á(ão):
. as especificidades do sistema em face dos modos de produção pré-capitalistas, em especial do feudal;
. a natureza da crise dos séculos XIV e XV e a sua articulação com a transição entre os dois modos de produção;
. as versões históricas da transição e as principais controvérsias que encerram.

Unidades:

1. Introdução conceitual: crise, transição, modo de produção;
2. À guisa de comparação: a transição do Escravismo ao Feudalismo no Ocidente;
3. Características gerais do Feudalismo;
4. A crise dos séculos XIV e XV: depressão, crise geral ou crise do Feudalismo?;
5. Versões históricas da transição e as origens do Capitalismo.

Bibliografia Básica (máximo de 10 obras):

ASTARITA, Carlos, Del Feudalismo al Capitalismo. Cambio social y político en Castilla y Europa Occidental, 1250-1520, Valência-Granada: Publicacions de la Universitat de València/ Editorial Universidad de Granada, 2005;
ASTON, T. H. e PHILPIN, C. H. E. (eds.), El Debate Brenner. Estructura de clases agraria y desarrollo económico en la Europa preindustrial, Barcelona: Crítica, 1988;
BERNARDO, João, Poder e Dinheiro. Do Poder Pessoal ao Estado Impessoal no Regime Senhorial, Séculos V-XV, 3 vols., Porto: Afrontamento, 1995, 1997, 2002;
ESTEPA, Carlos e PLACIDO, Domingo (coord.), Transiciones en la antigüedad y feudalismo, Madri: Fundación de Investigaciones Marxistas, 1998;
GODELIER, Maurice et al., Modo de Produção, Desenvolvimento, Subdesenvolvimento, Lisboa: INCM, 1986 (Enciclopédia Einaudi, vol. 7);
HILTON, Rodney et al., A Transição do Feudalismo para o Capitalismo: um debate, Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977;
KULA, Witold, Teoria Económica do Sistema Feudal, Lisboa: Presença, s/d.;
MARX, Karl, A Origem do Capital (A Acumulação Primitiva), São Paulo: Global, 1979 (Coleção Bases, vol. 3);
WEBER, Max, História Geral da Economia, São Paulo: Mestre Jou, 1968.
WOOD, Ellen Meiksins, A Origem do Capitalismo, Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001;

Avaliação:
Seminários e trabalho monográfico.